Arquivo da tag: Freico

Texto Metido a Bedelho

Texto Metido a Bedelho (Maickson Alves e Nara Aragão) Enquanto existe a esperança há vida… Enquanto existe a lida há a distância Distância esta que se faz próxima… Todo tempo longo torna-se curto ao término da jornada! E todo jornal … Continuar lendo

Publicado em Base de raciocínio, Crítica, Poema, Política | Marcado com , , | 2 Comentários

Vezes Choro

VEZES CHORO! Sinto vazio que brota em peito. meu queixo cai sobre ele: pensativo! Desisto de pensar por “n” vezes mas sempre volto com um “porém”… sofro quase sempre pelos outros, pois que se fosse apenas por mim não sofreria, … Continuar lendo

Publicado em Base de raciocínio, Freico Nordon, Poema | Marcado com , , | 4 Comentários

Pobre do Poeta!

POBRE DO POETA Pobre do poeta que tenta dissertar sobre vida amor, torrentes luar! Pobre do poeta Que nunca pode amar! Pobre da canção Que sob dezenas de notas Para dissimular, Empaca num Dó -Que dó da canção! Pobre do … Continuar lendo

Publicado em Base de raciocínio, Crítica, Freico Nordon, Poema | Marcado com , | 2 Comentários