Arquivo da tag: cereja

Jovens Cerejas

JOVENS CEREJAS A vida é tão perversa quando aparece que o frescor primário demorado instala, só que de forma ou outra vem, deixando veneno e gostando o gosto de cereja na boca. Não é frescura reticente. Volúpia morta. É delícia … Continuar lendo

Publicado em Base de raciocínio, Poema | Marcado com , , | Deixe um comentário