Como a Rosa

Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa

Você é como a rosa
Que desabrocha em meu peito;
Puro ardor incomparável
Hostil opinião, em que tudo é perfeito.
Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa
Sei que não sou real;
apenas um espectro que vaga
Mas, por favor! Não puna-me com seus espinhos
E que não esfaqueei-me com sua adaga.
Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa
Você é como rosa:
fulgurante e indômita
que em mal dia não nasce, não resplandece
e como certo que é, grita.
Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa
Que com puro tom, significa:
-Sou pura como a rosa
Mas sou inconstante,
como os espinhos que carrego em minhas
costas!
Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa

Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa Rosa _Maickson Alves_ (há muito tempo)

Anúncios
Esse post foi publicado em Freico Nordon, Poema e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s