Introdução a Mim I

       MIMMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI

Decerto tenho um pouco de tom,

Perdido numa imensidão de desejo.

Talvez tenha uma alma pequena

Em cada parte do meu amor.

       MIMMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI

Tenho, sim! Uma intuição simples

De que um dia, o fragmento de alma

Será concreto dentro de mim

E o resto, em pó e velho, será apenas imagem.

       MIMMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI

“O correto é desestimulante,

O correto é puro e velho”.

O correto é infame e vem medroso

De minha perfeccionia consternada.

       MIMMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI

Decerto tenho um pouco de dom,

Junto à minha infantilidade e desprezo.

Talvez tenha a introversão

Prescrita por Deus,

MIMMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI[ como amor ou desejo.

MIMMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI

_Maickson Alves_ (19/02/06)

Anúncios
Esse post foi publicado em Base de raciocínio, Crítica, Freico Nordon, Poema e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s