Tudo Que a Natureza dá, o Tempo Toma!

hjkhkhk

jhkhjkhjkhjk

hjkhjkhjkhjkhjk

hjkhjkhjkhjkhjjkhj

hjkhjkhjkhjkhjkhjkjkhjkhjkhjkhjk

A planta absorve água

que observa rio

que observa mar

que vislumbra semente!

Mas como é boa e mãe essa natureza.

Quanta prostração, cores e

esparsos movimentos…

É vento que balança lençol

é lençol que balança corpo

na cama feita com pau de pinheiro.

É criança que envelhece

cresce, emprenha, cria, e morre

velho e feliz de ser…

Quem nunca teve vontade

de ser árvore, ter aroma de Íris

bater os braços e se jogar do terraço

em plano de voo sem retorno!?

Quem nunca quis ser formiga

girino grilo vagalume

num vago volume de consciência!??

Quem nunca quis estar num útero

à enxergar as batidas

do maior dos milagres…?

A quem diga que a eternidade

é farsante.

que a vida é inconstante

com suas questões de Big Bang

e Deus…

Mas como tudo é um tudo

que anda sobre as setas do tempo

a bateria de momento

e as pilhas de 1 hora

sabe… e dimafa!

Sou dos preceitos

que tem o maior conceito

aquele que sabe:

Que o que a natureza dá,

o tempo toma!

Imagem e idéia cedidas por um amigo: Renan Palmeira de Araujo

Anúncios
Esse post foi publicado em Base de raciocínio, Crítica, Freico Nordon, Poema. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Tudo Que a Natureza dá, o Tempo Toma!

  1. Renan disse:

    Nossa Maickson! O_O
    eu te disse que você usaria muito melhor que eu =)

    Ficou fantástico! Parabéns! *—*

    \,,/ FUCK YEAH!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s